Voltar

A atuação do Produtor Independente de Energia em áreas sem interligação com o SIN

Categoria: Dicas, Energia Elétrica, Gerador de Energia

A figura do Produtor Independente de Energia – PIE, foi criada em 1995, pela lei 9.074. O PIE é definido como “pessoa jurídica ou empresas reunidas em consórcio que recebam concessão ou autorização do poder concedente, para produzir energia elétrica destinada ao comércio de toda ou parte da energia produzida, por sua conta e risco”.

Na prática,oPIEé responsável pelo fornecimento de energia para áreas isoladas e sem interligação com o SIN – Sistema Interligado Nacional. Atualmente o SIN é responsável por cerca de 90% de toda a demanda de energia elétrica consumida no Brasil. É esse sistema que faz a conexão entre as geradoras e distribuidoras de energia.

Nos 10% restantes, que envolve principalmente áreas da região norte do país, a energia é fornecida por meio do PIE.

Entre os produtores independentes, estão os fornecedores de energia temporária. Em algumas localidades, como interior do estado do Acre, cidades inteiras são abastecidas com o uso de geradores de energia.

Para aumentar a competitividade do setor e fornecer um serviço alinhado com as novas demandas do mercado, as empresas desse segmento têm investido em tecnologia para desenvolver geradores mais econômicos e produzidos no Brasil, favorecendo assim a indústria nacional.

O resultado são geradores que consomem menos combustível, porém capazes de produzir a mesma quantidade de energia.

Mesmoaproposta parecendo sob medida para o mercado, muitas barreiras ainda precisam ser rompidas. Uma delas é a regulamentação para os produtores livres, uma vez que algumas licitações ainda restringem a utilização de motores nacionais e obrigam a utilização de motores acima de 1000 kVA para soluções multi MW.

No mercado nacional nãohá muito sentido para esta limitação, uma vez que os geradores nacionais montados com dois motores de potências que chegam a 700 kVA, em um container de 20 pés, cumprem fielmente o mesmo propósito de geração de energia, com a vantagem de um menor consumo de combustível quandocomparado com os motores maiores.